Produtividade na ONG: como ser mais produtivo no dia a dia para captar mais recursos?
Marketing para o Terceiro Setor, ÜP

Produtividade na ONG: como ser mais produtivo no dia a dia para captar mais recursos?

Aprender a aumentar a produtividade na ONG é uma excelente forma de ampliar seus recursos e, consequentemente, seu raio de atuação. Isso significa fortalecer a sua causa e contribuir mais com um mundo melhor.

As Organizações Sociais são um fenômeno mundial de transformação e apoio às comunidades carentes em todo o mundo. O termo ONG foi usado pela primeira vez em 1950, em uma resolução do Conselho Econômico e Social das Organizações das Nações Unidas (ONU).

Após quase 70 anos depois, essas instituições alcançaram um nível elevado de profissionalização, e o Terceiro Setor busca excelência em todos os seus processos, deixando para trás a imagem de amadorismo.

Neste artigo, vamos falar sobre produtividade na ONG e de que forma ela pode ajudar a captar mais recursos no dia a dia.

Conheça o ÜP, uma plataforma de gestão completa para sua Organização Social alcançar mais doações e apoiadores.

Crescimento do setor demanda mais produtividade na ONG para maximizar arrecadação de recursos

produtividade na ong

Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), o Brasil possui mais de 820 mil Organizações da Sociedade Civil (OSCs) registradas com CNPJ. A região Sudeste abriga 40% dessas instituições, seguida do Nordeste (25%), Sul (19%), Centro-Oeste (8%) e Norte (8%).

Desse total, nem todas são consideradas ONGs, já que as OSCs se referem, também, a associações de pais, professores e alunos; associações de moradores; organizações religiosas; entre outros.

Mas pode-se afirmar que mais de 588 mil dessas organizações estão voltadas para ações comunitárias e defesa de direitos, buscando um mundo melhor para todos.

Com o aumento das ONGs em todo o país, é muito importante trilhar caminhos que garantam incremento na arrecadação de recursos e, paralelamente, ações que potencializem o direcionamento desse dinheiro, aumentando a produtividade e o impacto da instituição.

Para te ajudar, reunimos 7 dicas para aumentar a produtividade na ONG, que estão detalhadas nos próximos tópicos.

1.      Aumente o impacto social da sua ONG

Medir a produtividade na ONG não é uma tarefa muito simples. Afinal, seu objetivo principal é ter impacto social, ou seja, transformar a comunidade ao seu redor, com base em seus princípios.

Algumas práticas podem te ajudar a impactar a sociedade com mais sucesso. E isso faz com que a ONG seja mais reconhecida por suas ações.

Abrace uma causa importante

Analise as necessidades da sua região e encontre uma causa que seja relevante. É importante que a causa também seja de interesse no grupo de pessoas que formam a ONG, para que o trabalho realizado aconteça de maneira mais engajada.

Formalize a instituição

Muitas organizações ainda trabalham na informalidade, ou seja, sem CNPJ ou qualquer tipo de registro regular.

Mas a formalização é muito importante, já que, por meio dela, será possível participar de licitações e aproveitar as leis de incentivo existentes no país.

Para registrar sua ONG, formule um estatuto social, com razão social, sigla, endereço, finalidade e objetivos, formas de captação de recursos, regras, responsabilidade da diretoria, entre outros.

Eleja os diretores e conselheiros, registre o Estatuto Social no Cartório de Registro Civil e de Pessoas Jurídicas da sua cidade e obtenha o CNPJ junto à Receita Federal.

Saiba mais sobre como montar uma ONG com o passo a passo da Risü.

Conheça o ÜP, uma plataforma de gestão completa para sua Organização Social alcançar mais doações e apoiadores.

Descubra formas de captação de recursos

Estude a melhor maneira de captar recursos na sua comunidade: eventos? Bazares? Parceiros? Licitações? Patrocínio de entidades privadas?

Analise o cenário econômico, a sua demanda financeira e o que funciona melhor para você. Com o tempo, você vai descobrir as melhores opções. Lembrando sempre que é importante trabalhar com múltiplas frentes de arrecadação.

2.      Fique de olho na legislação do terceiro setor

A legislação brasileira ainda não cita, especificamente, as ONGs. Mas a Lei 9.790/1999, que trata sobre as Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips) é a base jurídica do terceiro setor.

Estude a fundo a lei para entender quais ações podem ser realizadas por sua organização e de que forma ela pode se beneficiar com as leis de incentivo.

Verifique em qual categoria se enquadra e quais os passos a seguir no caminho da formalização e realização de projetos de impacto.

3.      A contabilidade é muito importante

produtividade na ong

Ao estruturar a ONG, os gestores podem ficar muito focados nos projetos e formas de arrecadação de dinheiro e acabarem esquecendo sobre a organização do dinheiro e das contas como um todo.

Mas é preciso se atentar à contabilidade. Afinal, um trabalho bem feito e transparente com o dinheiro aumenta a produtividade na ONG e ainda mantém a organização sempre em dia com as obrigações fiscais.

Use planilhas de gastos

As planilhas são essenciais para fazer o balanço da ONG. Registre todo o recurso que entra na instituição e de que forma ele está sendo utilizado.

Seja bastante claro nos registros e guarde todos os comprovantes. Esses balanços podem (e devem) ser usados para fazer a prestação de contas junto às pessoas que apoiam a organização, de alguma maneira.

Faça uma boa gestão dos recursos

Planeje de que maneira o dinheiro será investido e faça isso com inteligência. Procure diminuir as despesas mensais, identificando os pontos possíveis de economia.

Veja o melhor custo-benefício dos materiais que serão utilizados nos projetos e sempre pesquise bastante antes de fechar um negócio com fornecedores.

4.      Profissionalize sua equipe

Não dá mais para trabalhar de forma amadora. Quem busca mais produtividade na ONG precisa contar com bons profissionais, que vão fazer a gestão de excelência do empreendimento.

Invista na qualificação das pessoas

Se você já tem um grupo fixo de funcionários e voluntários, invista na qualificação dessas pessoas. Procure cursos de gestão, administração, relações interpessoais e até de marketing. O importante é procurar novos conhecimentos e elevar o nível da administração da sua ONG.

Faça uma boa seleção de voluntários

Na hora de agregar mais voluntários para sua equipe, procure pessoas que realmente se identifiquem com a causa e estejam dispostas a trabalhar de maneira profissional e compromissada. Afinal de contas, a ONG depende de todos que fazem parte da equipe.

Trabalho voluntário não pode significar trabalho feito de qualquer jeito. Faça uma avaliação criteriosa das pessoas interessadas em ajudar e só aceite aquelas realmente alinhadas aos objetivos da organização.

Traga profissionais de mercado para sua equipe

Se o seu orçamento permite a contratação de profissionais de gestão, busque por talentos com experiência de mercado. Eles trarão a expertise de diferentes negócios para dentro da sua organização, elevando o nível de profissionalização.

Aprenda como usar o LinkedIn para buscar profissionais e voluntários e contar com uma equipe de sucesso.

5. Faça um bom marketing

É muito importante que sua marca seja reconhecida entre o público doador. Assim, você aumenta a produtividade na ONG por meio do aumento de doações.

Use ferramentas como o Instagram, Facebook, YouTube e E-mail Marketing para fortalecer sua imagem, divulgando suas ações, projetos e casos de sucesso.

Faça vídeos, fotos e mantenha a linguagem adequada ao perfil da ONG. Não se esqueça de caprichar no atendimento presencial e fazer uma comunicação integrada, em que cada canal complementa o outro.

6.      Gerencie bem cada projeto

produtividade na ong

Quando a ONG for começar um novo projeto, algumas dicas podem garantir aumento da produtividade e mais sucesso em cada uma das ações.

Faça uma boa comunicação interna

Deixe sempre claro qual o papel de cada funcionário na realização desse projeto. Seja transparente e esteja aberto para conversar e esclarecer todas as dúvidas.

As informações precisam ser simples e diretas, para que todo mundo consiga compreende-las com facilidade.

Engaje as pessoas

Além de entenderem seu papel, as pessoas precisam se sentir motivadas. Traga cada uma para dentro do projeto, mostrando a relevância do seu trabalho para o impacto social da ONG e como, juntos, todos podem transformar a sociedade.

Conte com ferramentas tecnológicas

As novas ferramentas tecnológicas como planilhas online, comunicação virtual e arquivamento em nuvem podem facilitar o processo.

Selecione o tipo de informação que pode ser compartilhada pela internet e identifique quais ferramentas vão funcionar melhor na sua instituição.

Conheça o ÜP, uma plataforma de gestão completa para sua Organização Social alcançar mais doações e apoiadores.

7.      Aumente a captação com ferramentas otimizadas de doações

Você também pode aumentar a produtividade na ONG por meio de novas ferramentas de doações. Confira algumas dicas.

Doações pelo Facebook

O Facebook possui um botão de doações, que pode ser incluído em suas postagens. O usuário vai ser direcionado para o seu site, e lá fará a doação. É bastante simples e tem um alto poder de conversão.

Doações pela Risü

A Risü é um empreendimento social que possui diversas ferramentas de apoio às ONGs. Um dos modelos de trabalho é a parceria com lojas do bem.

Esses e-commerces concedem descontos para os usuários cadastrados em nossa plataforma e destinam parte do valor das compras para as ONGs atendidas pela Risü. Todos saem ganhando: a loja melhora sua imagem, o usuário ganha descontos, e a ONG aumenta a arrecadação.

A Risü ainda disponibiliza o ÜP, uma ferramenta de doações online que pode ser integrada ao site da ONG, como um botão da própria página.

Por meio do ÜP, os usuários podem fazer doações escolhendo o pagamento via cartão de crédito ou boleto e definindo se será uma contribuição única ou mensal.

Com a ferramenta, a ONG consegue acessar uma série de informações sobre os doadores, melhorando a comunicação e aumentando as chances de doações, já que é possível até identificar quem desistiu de doar antes de concluir a transação e retomar esse contato.

Conheça o ÜP e saiba como melhorar a captação de recursos na sua organização social!


Falar com um consultor

Produtividade na ONG: como ser mais produtivo no dia a dia para captar mais recursos?
5 (100%) 6 votos
Post Anterior

Você também vai gostar

Nenhum Comentário

Deixar Comentário