LINKEDIN: O VOLUNTÁRIO QUE SUA ONG PRECISA PODE ESTAR LÁ!
Marketing para o Terceiro Setor, ÜP

LinkedIn: o voluntário que sua ONG precisa pode estar lá!

Sua organização social tem dificuldade para recrutar voluntários? Saiba que existem diversas formas de encontrar o profissional perfeito para a instituição, a partir da internet.

Com a profissionalização das ONGs, cresce a demanda por talentos que saibam gerir empresas do terceiro setor, expandindo o alcance das ações e implementando projetos de sucess

o, que possam impactar cada vez mais as comunidades.

O LinkedIn é uma excelente plataforma online para encontrar e selecionar voluntários com as habilidades desejadas para exercer a função em aberto na ONG.

Confira, neste artigo, como encontrar os melhores voluntários no LinkedIn e várias dicas de como realizar o processo de seleção desses profissionais.

Saiba como aumentar as doações pelo Instagram e otimizar o uso de todas as redes sociais.

Conheça o ÜP, uma plataforma de gestão completa para sua Organização Social alcançar mais doações e apoiadores.

O que é o LinkedIn?

linkedin

O LinkedIn foi lançando em 2003 e funciona como uma rede social voltada para negócios. Seu principal objetivo é conectar profissionais e empresas, criando uma rede de networking que funciona tanto para encontrar vagas e empregados, quanto para compartilhar informações.

A plataforma conta com mais de 500 milhões de usuários ativos e estima-se que um a cada três profissionais possui um perfil na rede.

No LinkedIn, o usuário divulga informações como área de formação, instituição onde estudou, experiências anteriores, habilidades e competências, recomendações e até experiência com trabalho voluntário.

Assim, as instituições que estão buscando profissionais conseguem filtrar de acordo com as características desejadas para a vaga que está disponível.

Interesse por trabalho voluntário cresce em todo o mundo

A valorização do trabalho voluntário é uma tendência mundial. Profissionais que possuem experiência de voluntariado em seus currículos, garantem um diferencial a mais em processos seletivos, especialmente para quem consegue trabalhar em ONGs da mesma área de atuação na qual se especializou.

O trabalho voluntário traz habilidades desejadas no mercado, como a capacidade de se colocar no lugar do outro (empatia), o ganho de conhecimento em diversas áreas, a preocupação com o bem-estar de terceiros, o desenvolvimento de networking e a capacidade de aprender com outras pessoas.

Além disso, o voluntariado reflete o prazer em fazer o que gosta – mesmo que não seja remunerado por isso.

Logo, mais pessoas estão interessadas em colaborar com ONGs de diversos setores e essa pode ser a oportunidade para a sua instituição encontrar um profissional gabaritado, que possa elevar a sua estratégia de atuação.

Crie uma página para sua instituição no LinkedIn

Antes de falarmos sobre o processo de seleção de voluntários, é importante que sua ONG crie uma página no LinkedIn. Assim como acontece no Facebook, é preciso ter um perfil pessoal para desenvolver essa página.

O passo a passo para a página no LinkedIn é bem simples:

  1. Na página inicial do LinkedIn, clique na opção “Soluções”, no topo da página.Linkedin página principal soluções
  2. Selecione a opção “Crie uma Company Page +”.

linkedin crie uma página da sua empresa3. Em seguida, defina se a página é de uma pequena empresa, de uma grande empresa, de universidades de ensino, ou se será uma página secundária – associada à uma que já existe.

4. Agora, você deve preencher algumas informações, como Nome, URL de destino para sua página no LinkedIn, site da ONG, setor (organização cívica e social), tamanho da empresa, entre outras.

linkedin passo 3

5. Não se esqueça de selecionar uma imagem – preferencialmente da marca da ONG – e inserir um slogan que represente sua organização.

6. Clique em “Criar página”.

Pronto! Agora você deve começar a criar conteúdo e divulgar informações relevantes, formando uma rede de contatos no LinkedIn.

Isso vai ajudar a encontrar voluntários, e também a estabelecer a sua marca no mercado, atraindo parceiros e doares.

Até dá para pesquisar profissionais sem ter, obrigatoriamente, uma página na plataforma. Mas o processo fica muito mais rico quando a ONG está presente na rede com uma página própria – e não apenas por meio do LinkedIn das pessoas que atuam na equipe.

linkedin pesquisar

Aprenda como usar as redes sociais para receber mais doações e garantir mais recursos mensais para a instituição.

Conheça o ÜP, uma plataforma de gestão completa para sua Organização Social alcançar mais doações e apoiadores.

Como recrutar talentos usando o LinkedIn?

Agora vamos colocar a mão na massa e começar a buscar profissionais para o voluntariado na sua ONG.

Existem alguns caminhos para recrutar talentos no LinkedIn, e você pode usar o que for mais interessante.

Buscando profissionais na barra de pesquisa do LinkedIn

  1. Clique na guia de Pessoas, no alto da página de resultados de pesquisa.
  2. Na opção “Todos os filtros”, você pode selecionar as características desejadas:
  • Localidade;
  • Conexões em comum;
  • Empresas atuais;
  • Empresas anteriores;
  • Setor;
  • Idioma do perfil;
  • Instituições de ensino;
  • E se tem ou não interesse por trabalho voluntário.
  1. Também dá para buscar o perfil de um profissional específico, inserindo nome, sobrenome, cargo, empresa e instituição de ensino – caso esse seja o interesse no seu processo de seleção.
  2. Outra opção, é digitar o cargo desejado, como, por exemplo “gestor administrativo”, e depois filtrar os resultados para encontrar o profissional ideal.

Saiba como reverter feedback negativo e transformá-lo em uma oportunidade de crescimento em empresas do terceiro do setor.

Anunciando uma vaga no LinkedIn

Sua ONG também pode fazer o anúncio da vaga, em vez de pesquisar os candidatos. Entretanto, essa é uma opção com custo.

  1. Clique na caixa de soluções, no topo da página.
  2. Clique em “Anunciar vaga”.
  3. Informe o nome da instituição, a cidade e o cargo que está com vaga aberta.
  4. Clique em “Avançar”.
  5. Agora, você deve especificar mais detalhes sobre a vaga. É possível selecionar até três funções e setores da empresa.
  6. Em “Tipo de emprego” e “Nível de experiência” os campos serão preenchidos automaticamente, de acordo com as informações solicitadas anteriormente.
  7. Escreva a descrição da vaga na caixa de texto que aparecer na tela.
  8. Depois, defina como as pessoas poderão se candidatar:
  • “Deixar que os candidatos se candidatem usando seus perfis no LinkedIn e enviar-me notificações por e-mail”;
  • “Redirecionar os candidatos para se candidatarem em um site externo”.
  1. Clique em “Continuar” e, em seguida, defina o orçamento diária para a exibição do anúncio de vaga. O pagamento deve ser feito com cartão de crédito.
  2. Faça a revisão do anúncio e depois clique em “Anunciar vaga”.
  3. Agora, defina outras questões, como exibir ou não o seu perfil no anúncio, seleção de cargos próximos à vaga disponível, remuneração, etc.
  4. Quando a vaga for publicada, você recebe uma confirmação por e-mail e começa a receber resultados sugeridos. Também é possível mandar mensagens InMail (semelhante às mensagens inbox) para esses usuários.
  5. A partir daí, basta gerenciar os candidatos e fazer a sua escolha.

Dicas para fazer um bom processo seletivo de voluntários no LinkedIn

Agora que você já sabe como usar o LinkedIn para recrutar talentos para a sua organização social, é importante otimizar essa busca, para conseguir o melhor profissional.

Se você deseja elevar o nível de atuação da instituição, nada melhor do que contar com uma equipe altamente qualificada, com voluntários especializados para cada um dos setores, facilitando a execução do planejamento estratégico.

Confira algumas dicas para melhorar o processo seletivo e conseguir bons voluntários para a ONG no LinkedIn.

• Estimule as esquipes a usarem o LinkedIn

Depois que criar a página da ONG no LinkedIn, estimule as equipes a colocarem a marca da instituição em seus perfis, mostrando para o público externo como é a composição da instituição.

• Use os filtros de busca a seu favor

Mesmo que você decida por fazer a busca sem os anúncios pagos de vagas, é possível encontrar profissionais com as características ideias.

Basta usar adequadamente os filtros disponibilizados pela própria plataforma e analisar o perfil das pessoas exibidas nos resultados.

• Avalie os perfis com critério

O usuário do LinkedIn consegue detalhar sua experiência profissional e ainda compartilhar conteúdo relevante na sua rede. Leve tudo isso em consideração ao analisar os candidatos.

• Seja claro sobre os requisitos da vaga

Antes de anunciar a vaga, é importante ter uma política de voluntariado, que abranja todos os voluntários da ONG.

Defina quais tarefas serão realizadas por voluntários, que tipo de custo poderá ser reembolsado e como será o modelo de trabalho.

No processo de contratação, eleja uma pessoa responsável por acompanhar as entrevistas e recrutamento. Divulgue com total transparência o funcionamento da vaga e as características desejadas para o desempenho da função.

• Seja rápido nos retornos

Responda a e-mails e mensagens dos candidatos em tempo hábil e esteja disposto a esclarecer dúvidas. Não se esqueça de dar um retorno mesmo a quem não for aprovado em todas as etapas do processo de seleção.

• Compartilhe conteúdo na sua página

Por último, e não menos importante, divulgue conteúdos diversos na sua página. Fale sobre a importância do trabalho voluntário e de como sua ONG tem influenciado positivamente a vida das pessoas.

Deixe que os candidatos conheçam bem a estrutura e as ações da sua instituição e, assim, você conseguirá talentos interessantes, que podem aumentar o potencial de atuação da sua ONG!

Para formar uma equipe de qualidade e manter todos os recursos necessários para seus projetos é fundamental contar com um bom volume de doações.

Conheça o ÜP, a nova página de doações da Risü e veja como ter um botão para receber recursos no seu site pode fazer toda a diferença para sua instituição.



Falar com um consultor

LinkedIn: o voluntário que sua ONG precisa pode estar lá!
5 (100%) 1 voto
Post Anterior

Você também vai gostar

Nenhum Comentário

Deixar Comentário